Remittance Prices Worldwide

MAKING MARKETS MORE TRANSPARENT

Bancos de dados nacionais certificada pelo Banco Mundial

O objetivo da redução de custo de serviços de remessas em cinco pontos percentuais em cinco anos, apoiada fortemente pelo Grupo de Trabalho de Remessas Globais, criado pelo Banco Mundial, foi endossado pelos Chefes de Estado e de Governo do G8 na Cúpula de L’Aquila em julho de 2009.

Um maior nível de transparência pode realmente reduzir o custo de envio das remessas. Os General Principles for International Remittances Services (GPs) (Princípios Gerais dos Serviços de Remessas Internacionais), de modo especial o GP1, insistem no papel fundamental da informação completa e da transparência no mercado.

A criação de bancos de dados disponíveis ao público com informações detalhadas sobre o custo do envio de remessas foi identificada como um dos meios mais eficazes para melhorar a transparência do mercado.

A coleta de dados no nível nacional ou regional pode ser mais frequente, detalhada e adaptada às necessidades das comunidades locais. Portanto, esses bancos de dados podem realmente servir de instrumento que permita aos remetentes comparar facilmente serviços e custos diferentes e ter uma ideia mais exata de quanto o destinatário receberá. Ao mesmo tempo, a publicação de tabelas de comparação de preços ajuda a levar os atores a competir no mercado no sentido de conseguir eficiência e custos mais baixos.

No correr dos últimos anos, foram desenvolvidos vários bancos de dados nacionais ou regionais que oferecem comparação de preços de remessas (Recursos). No entanto, esses websites nem sempre utilizam uma metodologia coerente.

Uma metodologia unificada:

  • Torna mais fácil e mais rápido desenvolver novos bancos de dados;
  • Apoia instituições internacionais e autoridades nacionais em suas iniciativas para melhorar a coleta de dados sobre remessas;
  • Oferece aos remetentes um formato coerente, ao passarem de um país a outro; e
  • Permite a criação de uma rede global de bancos de dados nacionais e regionais, certificada pelo Banco Mundial e aqui listada, de forma que a informação seja compartilhada por uma audiência mais ampla em um maior número de países.

O Banco Mundial identificou 12 requisitos-chave obrigatórios mínimos de um banco de dados nacional de preços de remessas. O Banco Mundial certificará os bancos de dados que atendam aos requisitos mínimos e os autorizará a utilizar o ícone abaixo.

  1. Coleta de dados sobre pontos de preço duplo
  2. Coleta de taxas pagas pelo remetente
  3. Coleta da taxa de câmbio aplicável
  4. Fornecimento do montante total dos custos identificados
  5. Rapidez da transação
  6. Tipo de serviço prestado
  7. Mínimo de 60% de cobertura do mercado por corredor
  8. Independência dos pesquisadores
  9. Validação por meio de exercícios de compras-mistério
  10. Política de ausência de publicidade
  11. Política de dispensa de cadastramento e processo transparente de financiamento
  12. Vinculação a outros bancos de dados do Banco Mundial aprovados

Clicar aqui para baixar a versão completa do Documento de Política do Banco Mundial, intitulado Remittance Prices Comparison Databases: Official Requirements (Bancos de Dados de Comparação de Preços de Remessas: Requisitos Oficiais -- somente em inglês).

Atualmente os bancos de dados para a África, Austrália/Nova Zelândia, América Central, Itália, Noruega, França, Alemanha, Suécia foram certificados pelo Banco Mundial.